Contagem de Passos Versus Registro de Minutos: Qual a Melhor Forma de
Pular para o conteúdo

Carrinho

Seu carrinho está vazio

Artigo: Contagem de Passos Versus Registro de Minutos: Qual a Melhor Forma de Medir o Exercício?

Contagem de Passos Versus Registro de Minutos: Qual a Melhor Forma de Medir o Exercício?

Contagem de passos ou registro de minutos: Qual é a melhor maneira de medir o exercício?

Quando se trata de alcançar metas de exercícios, a questão de contar passos ou o tempo gasto se torna um debate interessante. Um novo estudo realizado pelo Brigham and Women's Hospital (BWH) em Boston, membro fundador da Mass General Brigham, descobriu que ambas as abordagens estão igualmente associadas a um menor risco de doenças cardiovasculares precoces e morte prematura.

Diretrizes atuais de atividade física

As diretrizes atuais dos EUA, que não são atualizadas desde 2018 (e estão programadas para serem atualizadas em 2028), recomendam que os adultos se envolvam em pelo menos 150 minutos de atividade física moderada a vigorosa (como caminhada rápida) ou 75 minutos de atividade vigorosa (como corrida) por semana. No entanto, a maioria das evidências existentes sobre os benefícios de saúde do exercício vem de estudos em que os participantes relataram sua própria atividade física.

Contagem de passos versus registro de tempo

Com o aumento do uso de smartwatches, a contagem de passos se tornou uma métrica popular entre as plataformas de rastreamento de fitness. O estudo do BWH buscou entender como as metas baseadas em tempo se comparam às metas baseadas em passos em relação aos desfechos de saúde.

Resultados do estudo

Os pesquisadores analisaram dados de 14.399 mulheres participantes do Estudo de Saúde das Mulheres, que não tinham doenças cardiovasculares ou câncer. Durante um acompanhamento mediano de 9 anos, aproximadamente 9% das mulheres morreram e cerca de 4% desenvolveram doenças cardiovasculares.

Os resultados mostraram que as participantes com níveis mais altos de atividade física (seja contada em passos ou em tempo de atividade moderada a vigorosa) tiveram reduções de risco de 30% a 40% na mortalidade precoce ou doenças cardiovasculares, em comparação com as menos ativas.

Vantagens e desvantagens de cada método

Segundo os pesquisadores, a contagem de passos pode não levar em conta as diferenças nos níveis de condicionamento físico, enquanto o registro do tempo é mais simples de medir e menos sujeito a interpretação. Por outro lado, os passos capturam até mesmo movimentações esporádicas da vida cotidiana, o que é importante, especialmente para pessoas mais velhas.

Recomendações finais

Os especialistas concordam que ambos os métodos são eficazes para a saúde cardiovascular e que a melhor opção é incorporar ambas as estratégias, de modo que o regime de exercícios permaneça flexível e permita que cada pessoa personalize seu programa de fitness para alcançar seus objetivos individuais.

Referências

Referência: Counting steps or logging minutes: What is the best way to measure exercise?

Veja mais

Novos Talentos E Transferências Transformam Futebol Universitário Em 2024

Novos Talentos e Transferências Transformam o Cenário do Futebol Universitário em 2024 O mundo do futebol universitário está prestes a testemunhar uma onda de novos talentos e transferências que p...

Ver mais

DJ Burns Jr.: Transformação Impressionante Rumo à NBA

DJ Burns Jr.: A Transformação Impressionante Rumo à NBA Perda de Peso Surpreendente e Preparação para o Draft O ex-jogador do NC State, DJ Burns Jr., se tornou uma das sensações do Torneio Mascul...

Ver mais
ROLETA DA SORTE: GANHE PRÊMIOS INCRÍVEIS_FRETE GRÁTIS . PRESENTE SURPRESA . 10% / 18% OFF . VOUCHER R$25 / R$50
ROLETA DA SORTE: GANHE PRÊMIOS INCRÍVEIS_FRETE GRÁTIS . PRESENTE SURPRESA . 10% / 18% OFF . VOUCHER R$25 / R$50