Quais são os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes

Você conhece os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes? Esses hábitos foram relacionados pelo autor Stephen Covey em seu best-seller homônimo de 1989 e que já vendeu mais de 15 milhões de cópias em traduções para mais de 30 idiomas. Essa é uma obra fundamental para quem deseja se aprimorar em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, especialmente para aqueles que ocupam cargos de liderança.

Segundo um estudo da universidade de Duke, na Carolina do Norte, 40% das nossas atitudes são influenciadas pelos nossos hábitos, portanto ter hábitos saudáveis e produtivos em nossa rotina pode ser a diferença entre um projeto bem sucedido ou não. Segundo o autor, esses hábitos estão ligados àquilo que ele definiu como ética do caráter, um compilado de princípios que tem como por objetivo nos nortear por todos os níveis de rotina corporativa.

Segundo Covey, a eficiência está ligada ao intercâmbio entre três fatores: o conhecimento, a habilidade e o desejo. O conhecimento do que e porquê fazer, a habilidade de como fazer e, finalmente, o desejo, o querer fazer. Esse conjunto de hábitos são essenciais para resultados positivos a longo prazo, pois sem eles toda a produtividade fica comprometida. Para isso acontecer, é necessário desconstruir velhos padrões e focar em hábitos saudáveis que farão com que sua rotina seja muito mais produtiva. Vamos conhecer agora os 7 hábitos de pessoas altamente eficazes:

Ser proativo

Conheça os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes - homem trabalhando na frente do notebook

O primeiro hábito que deve ser verificado é o quanto a pessoa está sendo proativa, ou seja, o quanto ela está se antecipando aos problemas. Tomar a iniciativa na resolução de problemas faz com que o indivíduo não sofra a influência dos fatores externos e foque na resolução dos problemas.

Ser proativo é assumir as responsabilidades, o que é uma tarefa que pode ser penosa para alguns, mas que vai garantir que a pessoa se destaque, tornando-se assim um sinônimo de resolução de problemas. Portanto, não deixe que outras questões influenciem a sua rotina e ataque os problemas de forma vigorosa e eficiente.

Ter um objetivo em mente

Um hábito que complementa a proatividade, ter um objetivo em mente faz com que a pessoa foque nos objetivos a longo prazo e portanto possa avaliar melhor o comportamento com suas ações. O segredo é fazer uma imagem mental do dia, para priorizar as tarefas mais importantes.

Ter um objetivo claro é essencial para evitar desvios e focar nos tarefas com maior prioridade. Pode-se pensar nesse hábito como um mapa, com um destino final e qual o caminho mais eficaz para se chegar nele. Caso contrário sua rotina será considerada uma sequência de tarefas sem sentido.

 

Começar com o mais importante

Quais são os 7 hábitos da pessoas altamente eficazes - homem com pilha de folhas na mesa

Uma forma prática de conseguir atingir os objetivos do dia, além de ser mais produtivo, é começar pelo mais importante. Faça sempre o que é mais relevante a cada dia e a cada momento. Priorizar as tarefas é essencial para ser ter um dia efetivo quando em sintonia o objetivo final

Portanto, evite protelar tarefas desagradáveis e difíceis e foque no que o que é mais importante e que vão lhe deixar mais perto do objetivo final. Esse hábito também é importante no sentido que faz com que a pessoa aprenda dizer não, melhorando assim o gerenciamento do tempo.

Pensar com lógica ganha-ganha

A lógica dos negócios, especialmente no mundo corporativo, faz com que muitos indivíduos acreditem que para alguém ganhar, necessariamente outro terá que perder. A falácia dessa lógica é combatida pelo autor no seu quarto hábito, que cria situações de benefício mútuo.

Segundo Covey, nas situações em que um das partes acaba perdendo terá resultados ruins a longo prazo, e que é necessário criar situações para o sucesso de todos. Acreditando que o sucesso de um não significa o fracasso de outro, o autor acredita que a competição cria elementos ruins como a diminuição de empatia e o desgaste dos relacionamentos.

Entender antes de ser entendido

Quais são os 7 hábitos da pessoas altamente eficazes - colegas de trabalho conversando

Pessoas só serão efetivamente eficazes se capazes de ouvir e entender a outra parte com empatia. Se colocar no lugar do outro e entender suas necessidades é essencial para um profissional de sucesso, pois poucos são aqueles capazes de ouvir atentamente as outras partes.

A empatia, além de tudo, gera a confiança da outra parte, tornando assim a pessoa referência em assuntos delicados, além de criar um clima melhor nos relacionamentos interpessoais. Não basta ouvir, mas é preciso também entender, antes de desenvolver o seu raciocínio.

Criar sinergia

Um hábito que complementa os dois anteriores, criar sinergia é compreender que o todo é maior que a soma das suas partes. Portanto, é nutrir as relações interpessoais e valorizar a cooperação junto a um objetivo final único e que crie um sentimento de participação.

Criar sinergia é valorizar as diferenças de opiniões, botar em prática o ouvir e entender, além de procurar soluções conjuntas que gerem resultados maiores e melhores para todos os envolvidos. Criar um ambiente de cooperação cria interações mais confiáveis e relacionamentos mais seguros entre as partes.

É preciso recalibrar

Quais são os 7 hábitos da pessoas altamente eficazes - executivo descansando com tablet

De nada importa efetuar os outros seis hábitos se corpo e mente não estiverem no lugar certo. Segundo o autor, para que a vida profissional esteja funcionando de forma perfeita é necessário valorizar aspectos internos da pessoa que podem influenciar seus resultados.

Segundo Covey é necessário exercer as dimensões física, mental, social e espiritual do indivíduo, sendo que cada um contribui para o bem estar e o melhor aproveitamento dos hábitos. Por isso é necessário cuidar da alimentação e praticar atividades físicas (físico), praticar a religiosidade, não necessariamente seguir uma religião (espiritual), exercitar a mente com novos conhecimentos e conteúdos instigantes (mental) e se dedicar às relações interpessoais (social).

Segundo o autor, se fosse resumir os hábitos das pessoas altamente eficazes ele ficaria em duas frases “fazer e manter uma promessa” e “envolver os outros no problema e encontrar uma solução juntos.”

Quer saber mais novidades sobre crescimento pessoal e profissional? acesse nosso blog e fique por dentro das novidades.